Copa do Mundo FIFA Russia 2018: Liberação de funcionário para assistir aos jogos não é obrigatória

#CopaDoMundoFIFARussia2018

A liberação de funcionários para assistir aos jogos da Copa do Mundo não é obrigatória no Brasil, no entanto a nova legislação trabalhista permite a flexibilização. Muitas empresas programaram horários especiais para os dias em que a Seleção Brasileira jogará para acompanhar sem comprometer as tarefas da empresa. A negociação é livre, portanto, recomenda-se um acordo prévio firmado entre empresários e funcionários acerca dos horários das entradas tardias e saídas antecipadas, e das horas não trabalhadas a serem abonadas ou compensadas. Em acordos individuais diretos com os patrões, as compensações devem ser cumpridas em até seis meses, mas por meio de convenções coletivas intermediadas por sindicatos, em até um ano. Se o acordo for de os funcionários assistirem aos jogos na empresa, as horas não precisarão ser compensadas nem poderão ser descontadas, já que permanecem à disposição do empregador, porém, se ocorrer algum imprevisto, o empresário poderá acioná-lo durante a partida. Caso não haja consenso, o horário de trabalho será normal durante as partidas do Brasil. Veja a agenda de jogos da Seleção Brasileira na primeira fase da Copa e programe-se:

Abertura: 5ª feira, dia 14 às 11h30

1ª Rodada: domingo, 17/6 às 15h Brasil x Suíça

2ª Rodada: 6ª feira, 22/6 às 9h Brasil x Costa Rica

3ª Rodada: 4ª feira, 27/6 às 15h Sérvia x Brasil