AEIP - Associação dos Empresários
do Itaim Paulista e Região
(11) 2561-6229 • (11) 97770-8000

AEIP realiza live sobre como empreender com sucesso


Programação faz parte do Ciclo de Palestras promovido em parceria com APOEF



Na última quarta-feira (oito), a AEIP realizou a live “Sou empreendedor, e agora?”. A iniciativa foi realizada em parceria com a APOEF – Associação de Profissionais Orientadores e Educadores em Finanças e compõe a programação do Ciclo de Palestras promovido pelas duas entidades. Transmitida pelo canal oficial da APOEF no YouTube, a palestra foi acompanhada por dezenas de pessoas, inclusive, de outras regiões como o estado do Pará.


A diretora administrativa da APOEF, Thaís Soares, abriu a live e apresentou a representante de Santa Catarina, Marlise Soares, que abordou os desafios de empreender na atualidade.


3 pontos para ser um empreendedor bem-sucedido


Marlise apresentou três pontos essenciais para ser bem-sucedido ao empreender: decisão, consideração dos pontos positivos e negativos e empreendedorismo como profissão: “Você tem de decidir empreender. É um processo de decisão, há caminhos e questões, mas não atalhos. Não é glamour, é transpiração, trabalho, mergulho e assumir um papel”, enfatizou a consultora que relatou seus desafios pessoais ao empreender há mais de 23 anos e hoje é empreendedora de empresa de contabilidade, de gestão financeira e de cursos e treinamentos.


Um segundo ponto é avaliar os prós e contras da decisão como flexibilização de horários, remuneração variável, ausência de chefe, férias e 13º salário, saber sobre números para controlar as finanças e lidar com empreendedorismo.


O terceiro e último ponto citado pela palestrante foi ter o empreendedorismo como profissão, pois requer disciplina, postura profissional e responsabilidade com a entrega prometida.


Para aprofundar o assunto, Marlize indicou o livro “O Mito do Empreendedor” de Michael e Gerber como leitura indispensável para quem deseja empreender.


A consultora também abordou os três perfis profissionais que o empreendedor precisa ter em seu negócio: o técnico, que executa a tarefa; o administrador, que gerencia e controla processos, entradas e saídas, pessoas e produtos/serviços; e o visionário, que pensa no futuro da empresa, onde ela deseja chegar.


Empreendi. E, agora?

Marlise ainda descreveu quatro ações a serem executadas para o sucesso do negócio que são: especificar a meta de onde se quer alcançar; mensurar lucro, faturamento, objetivo, relevância e prazo do resultado desejado; quanto precisa investir, onde buscar, como obter retorno e fazer um planejamento seguro; e por fim o que é preciso aprender, para divulgar, formalizar e cuidar das finanças. “Comece do começo. Formalizar é muito importante assim como ter uma reserva financeira, fazer as contas na ponta do lápis, ter controle de receita, custos, despesas e resultado”.


Parceria AEIP e APOEF

Confira o bate-papo da AEIP com Marlise sobre a importância da parceria da duas Associações e sua inspiradora trajetória como empreendedora.


Fale sobre a importância dessa iniciativa das instituições da APOEF e AEIP para o âmbito empresarial.

É fundamental. A APOEF contribui com ações empresariais. Quando o empreendedor tem educação financeira fica mais fácil de administrar seu negócio. Quando assumimos nossa vida financeira pessoal, automaticamente consigo cuidar melhor das finanças do meu negócio.


Pode compartilhar um pouco de sua jornada enquanto empreendedora?

Comecei a empreender em 1997, como contadora autônoma. Não sabia que aquilo era empreendedorismo. Eu só queria exercer as funções de contadora. Com o tempo, fui percebendo que era atividade de negócios, que eu era uma empreendedora e precisava fazer acontecer meu negócio de uma forma profissional. Há 15 anos, tenho me dedicado a profissionalizar tanto minha vida, como empreendedora e dona do negócio, como profissionalizar minha empresa e, consequentemente, ajudar outras pessoas a profissionalizarem seus negócios a partir das finanças, do olhar financeiro.


No atual cenário econômico vivenciado no país, o que é imprescindível para o empreendedor que acabou de abrir seu negócio?

Para quem está abrindo seu negócio, antes de tudo, avaliar o que é de fato fator externo, o que vem de fora a esse negócio, e o que é fator interno, pois muitas vezes, o empreendedor coloca desculpas do lado de fora, culpabilizando o governo ou a conjuntura econômica, e não percebe que existe uma culpa que é dele também, uma parcela de responsabilização que é dele também que quando não foi feita, realizada, o retorno financeiro não tem impacto. Tem de observar primeiramente essa parte. O segundo ponto é legalizar o negócio ter tudo legalizado, oficial e concreto para não ter problemas a frente, seguindo sempre a legislação.


Você é co-autora do livro “Atitudes Simples, Resultados Extraordinários”. Pode discorrer sobre este trabalho?

Sim, sou co-autora do livro “Atitudes simples, resultados extraordinários”, mas aproveito para destacar que estou lançando, no próximo mês (outubro), o livro “GPS da Evolução Financeira - segredos do caminho para a prosperidade”. A capa está em fase de formatação final. Este livro leva o leitor a evoluir financeiramente. Acredito que há perfil de pessoas que ainda não conseguiu ultrapassar a linha de prosperidade. Abaixo dessa linha, estão pessoas que vivem somente no pagamento de contas como se fosse um círculo interminável. Como Robert Kiyosaki diz, elas vivem na corrida dos ratos onde trabalho, trabalho, trabalho, pago minhas contas, trabalho mais e não percebo satisfação na minha vida. O livro vem para ajudar pessoas que querem ultrapassar esse limite para viver de uma maneira mais tranquila e próspera dando subsídios necessários às pessoas para elas conquistarem essa evolução de uma maneira perene e duradoura. Quem quiser acompanhar mais sobre meu trabalho, no Instagram: @marlisealvesoficial e no Youtube Marlise Alves.


Conheça mais sobre “Atitudes Simples, Resultados Extraordinários”: AQUI


Assista à live na íntegra: AQUI